Iluminância

A boa iluminação no local de trabalho permite aos trabalhadores, de forma eficiente, com precisão e sem causar fadiga e desconforto o desempenho das tarefas visuais. Uma boa avaliação da iluminância revela-se importante pelo facto de os olhos desempenharem um papel fundamental na atividade humana, sendo responsáveis por cerca de 80% dos estímulos sensoriais.


O que é?

A iluminância é descrita como o fluxo luminoso que é projetado numa unidade de área numa superfície. A unidade de medida da iluminância é o lúmen/m2 ou lux.

A iluminação de um espaço pode ter origem natural ou artificial. Preferencialmente deve ser sempre priorizado o uso de luz natural, no entanto, quando tal não é possível, a distribuição da iluminação artificial deve ser pensada e planeada de modo que proporcione um ambiente de trabalho adequado à tarefa a desempenhar e que auxilie os colaboradores da empresa e não o contrário.


Consequências de uma boa ou má iluminância:


Como assegurar uma iluminância adequada?

A qualidade da iluminância, tal como outros perigos presentes nos diversos ambientes de trabalho, é prevenida quando existe o cuidado e a mentalidade por parte da entidade empregadora em assumir uma boa política de higiene e segurança no trabalho. No caso da iluminância, algumas das medidas a adotar são:

  • Sempre que possível deve ser explorada toda a luz natural disponível;
  • Distribuição uniforme da luz pelos diferentes postos de trabalho;
  • Conjugação de sistemas de iluminação geral e localizada de maneira a evitar reflexos e encadeamentos;
  • Adaptar o nível de iluminação ao posto de trabalho e à tarefa a desempenhar;

Deixe uma resposta

%d bloggers like this: